Vancouver – onde 50% dos trajetos são feitos de transporte público, bike ou a pé

Copenhagen, capital da Dinamarca, é famosa por ter mais bicicletas do que carros em suas ruas. Lá tem congestionamento de bikes! Acredite. Mas, esta cidade europeia já não está fazendo mais tanta inveja assim ao Canadá – pois, Vancouver está pedalando forte nesta direção: de ser a Copenhagen da América do Norte.

Vancouver, cidade da província de British Columbia, está com planos ousados na pauta “energia limpa” – meta: 100% até 2050, em eletricidade, aquecimento e transporte. Neste último item, o objetivo era ter 50% dos deslocamentos feitos por transporte público, bike ou mesmo a pé, até 2020. Nem precisou tanto, a cidade já fechou 2015 com bem menos carros nas ruas. Caraca!

Uma das cabeças pensantes por trás desse milagre (possível) é Brent Toderian, Planejador Urbano, que aponta ao que teve inicio lá atrás, quando moradores da cidade foram contra a construção de rodovias cortando a cidade. Um verdadeiro sacrilégio para alguns. Afinal de contas, rodovias, viadutos, pontes, marginais sempre foram sinônimos de desenvolvimento – #sóquenão. “Vivemos confortavelmente sem carro”, diz Toderian, e o cara que sabe do que está falando.

Com isso, alternativas viáveis foram e vem sendo desenvolvidas pra suprir esta sede de carros, carros e mais carros. Uma ampla e eficiente malha metroviária – com 53 estações, com espaços de 90 segundos entre os trens; calçadas e mais calçadas, convidativas e ideais à caminhada; ciclovias em constante expansão – é trabalhar de bike, é criançada de bike, é todo mundo de bike; ruas e avenidas fechadas ao trânsito de veículos; sistema de transportes compartilhados; e por aí vai.

Enfim, Vancouver vem se tornando uma cidade pra se andar, e sem carros. E que mais Vancouvers e Copenhagens surjam mundo afora. #pedalarévida