Toronto – uma das cidades mais multiculturais do mundo

“Filho de imigrantes russos, casado na Argentina com uma pintora judia, casou-se pela segunda vez com uma princesa africana no México” e veio morar em Toronto. Esse trecho da música Disneylândia dos Titãs dá um resquício do que tem de gente diferente em Toronto. São tantas nacionalidades, tantas línguas diferentes, tantas culturas incomuns, que a cidade até apareceu no Top 10 das mais multiculturais do mundo.

Eu já desconfiava. Mas, quem foi lá, mediu, contou, escutou, tirou foto e tudo mais, foi a start-up The Culture Trip. Os caras saíram analisando um monte de cidades do mundo inteiro, vendo quem tinha mais gente diferente juntinhas no mesmo quadrado, e chegou num Top 10 das mais multiculturais do mundo – e Toronto está lá. Nada nada, são cerca de 200 etnias, com umas 140 diferentes línguas faladas aqui e ali. Aliás, dizem que 60% da população de Toronto nem é do Canadá.

Tem bairro grego, bairro chinês, bairro judaico, bairro jamaicano, bairro indiano, bairro com um monte de brasileiros, tem bairros pra todo mundo. E de vez em quando esse povo todo se encontra no metrô e cada um começa falar sua língua, daí mermão ninguém entende nada mesmo. É lindo! Cada um com seu jeito, sua roupa, sua comida, sua cara, seu jeito de falar inglês e tudo junto e misturado. Esta é Toronto.

É óbvio que a nossa São Paulo também desfila nesta lista, quem é de lá conhece muito bem esta cara da cidade. E as outras cidades que completam o panteão das mais diferentonas do mundo são: Sydney, Singapura, São Francisco, New York, Paris, Los Angeles, Londres e Amsterdan. Mas, venha conhecer Toronto.

Post originalmente publicado no Jornal North News.