As melhores cidades do Canadá pra viver, pra ir com crianças, pra se aposentar, pra quem tá chegando etc

Espalhe essa ideia

O Canadá tem dessas: qualquer cidadezinha com seus mil e poucos habitantes já dá vontade de morar. Vai ter um big hospital, um monte de parques, umas escolas gigantescas, um Canadian Tire e um Tim Hortons. Pronto. E tem tantas desse tipo que dá até pra dividir por categorias: melhor para isso, melhor para aquilo e por ai vai. E a revista Money Sense fez isto pra gente.

Foi levado em consideração um monte de fatores, tipo: crescimento populacional, se dá pra ir trabalhar de bike e/ou andando, criminalidade, taxa de empregabilidade, custo habitacional, clima, trânsito, tipos de carros, tributação, quantidade de profissionais da área da saúde, cultura; e, além disso, alguns pontos específicos como: quantidade de “day cares”, famílias com crianças, cuidados ao idoso, porcentagem de outras culturas e idiomas etc. Então, lá vai.

Melhores cidades do Canadá para viver com crianças

As top 3 alcançaram os primeiros lugares devido à alguns pontos importantes quando o assunto é “filhos”: quantidade de famílias que também tem crianças, população abaixo dos 15 anos e custo mensal dos “day cares”. No 3º lugar ficou Burlington/ON com uns 16% da cidade abaixo dos 15 anos; em 2º lugar, Oakville/ON com 62% de suas famílias com crianças; e em 1º lugar: Blainville, em Quebec, com destaque para o custo médio dos “day cares” em $166.

Melhores cidades do Canadá para curtir sua velhice

As crianças crescem, casam, trazem os netinhos e você decide curtir sua velhice numa cidade pacata do Canadá. Qual? Talvez aquelas que te ofereçam baixos valores da mensalidade da casa, uma boa quantidade de médicos (óbvio) e que tenha (se possível) poucos dias abaixo de 0ºC. As três melhores são: em 3º lugar Toronto/ON com destaque para média de 1.1 médico a cada 1.000 habitantes; em 2º lugar, Ottawa/ON, não sei por quê, visto que seus índices estavam acima do normal; e em 1º lugar, Rimouski em Quebec, com uma boa quantidade de médicos (1.45 por 1.000) e com a excelente marca de só 196 dias abaixo de 0ºC (pasme).

Melhores cidades do Canadá para imigrantes

E pra quem tá chegando, algumas coisas são importantes na escolha da cidade “ideal” – quem sabe: uma baixa taxa de desemprego, outros imigrantes na cidade e valor de aluguel (2 quartos), por exemplo. E os destaques ficaram para: Waterloo/Ontario, em 3º lugar, com uma baixa taxa de desemprego (5.2%); em 2º lugar, Gatineau em Quebec, com uma média de aluguel pra 2 quartos em $752; e no 1º lugar, Ottawa/Ontario, também com baixo desemprego, uma boa quantidade de imigrantes e um valor razoável de aluguéis.

 Melhores cidades do Canadá pra se viver

E juntando tudo, numa lista com 219 cidades, cheia de detalhes, levando em conta vários fatores somados, temos as melhores pra se viver no Canadá. Em 3º lugar, subindo 3 posições, Oakville/Ontario. Quem já passou por lá sabe: que cidadezinha linda (visite a padaria Monastery)! Na 2a posição, Burlington/Ontário. Tava em 3º no ano passado, e subiu. Cidade de porte médio, quase 200 mil habitantes, e com vários tópicos interessantes; e no topo da lista: Ottawa, sim Ottawa. Saiu do 2º lugar, e é a campeã do momento. A capital do Canadá se destacou em vários itens, o que a colocou como a melhor cidade pra se viver no país – baixa criminalidade, bom clima, cultura, facilidade de locomoção, entre outras. Eu moraria.

Toronto, vem caindo. Estava em 35º lugar em 2015 e neste ano despencou para 43º lugar. Os motivos você pode ver na lista completa da Money Sense.

.

Cadastre seu email aqui e receba mais um monte de informações e dicas sobre essas terras canadenses.

2 thoughts on “As melhores cidades do Canadá pra viver, pra ir com crianças, pra se aposentar, pra quem tá chegando etc”

  1. o unico problema de Ottawa eh falta de medicos.
    para se conseguir um exame como endoscopia por exemplo, mais de 1 ano de espera.
    enfim, parece um sus.
    mas, fora isso, adoro Ottawa.

Os comentários estão fechados.