20 motivos para você conhecer o Canadá em 2020

20 motivos para você conhecer o Canadá em 2020


Ano novo, metas de sempre: correr uma maratona, perder 10kg, plantar uma árvore, cortar o refrigerante e… conhecer o Canadá. Por que não? Vamos e venhamos, o Canadá é o mais agradável, e mais fácil de realizar, desta lista. Não que você não possa ser um maratonista ambientalista magrelo que não toma refrigerante, mas estamos falando de Canadá – a maratona, a árvore, a balança e o refrigerante podem esperar mais um pouco. E vou te dar 20 razões pra concordar comigo.

O Canadá tem sido o destino de milhares de pessoas do mundo inteiro ano a ano – tanto pra estudar, passear, se refugiar, averiguar e até mesmo pra morar de vez. É tanto amor, que tem gente tatuando a bandeira do Canadá nos bíceps – ou na batata da perna. Tem até imã da rainha na geladeira. Enfim, motivos é que não faltam. Mas, separei os top 20 pra você ficar se coçando de vontade de conhecer esse país lindão, ainda em 2020.

O Canadá é um país super acolhedor: taí um lugar bem de boa, não fosse assim você não trombaria com tanta gente de tantos países por todos os cantos do país.

O Canadá tem uma beleza natural estonteante: você não cansa de tirar fotos de todos os lugares (repito: todos os lugares) que você passa. #InstaCanadá

O dólar canadense é mais baixo do que o dólar americano: última cotação (da sexta, 03 de janeiro, 2020): Dólar canadense, R$3,13 x Dólar americano, R$4,07. Quem avisa, amigo é.

No Canadá você vai conhecer o inverno de verdade, e não vai passar frio: é frio? É frio. Já peguei uma temperatura de -45ºC. Passei frio? Não. Você passa mais frio no inverno brasileiro.

O Canadá é um país de primeiro mundo: se você botar no Google: “the best country for…”, o Canadá vai aparecer numa porrada de lista. É first world, amigão.

Sabe quem é o atual campeão da NBA? Toronto Raptors, um time de basquete canadense. Pela primeira vez na história da NBA, um time não americano foi campeão: o Raptors. E se você aproveitar o início da temporada, pega uns ingressos baratinhos pra ver um jogo em Toronto. #bucketlist.

Niagara Falls
Niagara Falls

Existe um Canadá para cada estação do ano: fato. Se você for no inverno, é lindo. Tudo branquinho, árvores peladonas; Se você for no verão, outro país – coisa linda também. Vida por todos os lados, árvores verdinhas, alegria; Se você for no outono, cores e mais cores. Árvores coloridonas. No Canadá as estações são bem marcadas, dando novas caras ao país.

O Canadá é o segundo mais país do mundo: Sim, cara pálida. O Canadá é o segundo maior país do mundo, fica atrás só da Rússia. Dá pra viajar pra caramba. E não se preocupe: tem aeroporto pra tudo que é lado.

O Canadá é um país multicultural: Acolhedor, e multicultural. Sabe a Torre de Babel? Você tem essa sensação. Gente falando tudo que é língua, com roupas estilosas, fisionomias marcantes. Muito loko.

Scotiabank Arena

No Canadá existem cidadezinhas maravilhosas e extremamente estruturadas: Não só de metrópoles vive o Canadá. Se você visitar uma cidade de 5.000 habitantes, ela vai ser “A” cidade – estruturada, bonitinha, com suas feirinhas etc. E uma mais bonita que a outra.

Aurora Boreal? Tem no Canadá. Sim, lá você pode ver a tal da Aurora Boreal. #speechless.

Quer imigrar de vez pro Canadá? Só pra sua informação, existem cerca de 80 processos de imigração pro Canadá. Pelo menos é o que diz a lenda. Se você for no site do CIC (que é o site oficial de imigração canadense) você vai se perder de tantas opções de imigração que tem por lá.

Já deu uma pesquisada na quantidade de sites, blogs, podcasts e canais do YouTube falando do país? Deve ter um por quê. O que tem de gente falando do Canadá (mais bem do que mal, diga-se de passagem), é sem fim. Vídeos inúmeros, sites e blogs com todo tipo de informação, e agora uma cacetada de podcasts. Divirta-se.

Passagens aéreas por preços factíveis: R$3.200 para Outubro/2020. Vi no Google Flights (hoje, 03 de janeiro). Outubro inteiro, sem escala. E parcela, pra quem gosta de parcelar.

O Canadá tem sido o destino de milhares de pessoas do mundo inteiro ano a ano

Parques, parques e mais parques. Muito parque. Mas, muitos parques mesmo. Pequenos, médios e grandes. Já falei dos parques? A propósito, dizem que os parques no Canadá ficam a cargo das Secretarias de Saúde, tamanha a importância e relevância que eles dão na parada.

O Canadá é um país bilíngue: Je t’aime e I love you. Tem regiões, tipo Quebec, onde o francês croissant-petit gateau rola solto. Placas, instruções, rótulos e algumas escolas tudo nas duas línguas. Merci, de nada.

O Canadá é um país seguro: Sim, bem seguro. Pelo menos é a sensação que passa – e isso é que importa. Não é 100%, logo não é pra ser vacilão. Mas, no geral, é da paz.

Que tal esquiar? Jogar hóquei? Ou até curling? Rola muito beisebol também. Ou seja, se você quiser conhecer uns esportes diferentes, tipo “curling”, que parece bocha com rodinho no gelo, no Canadá tem.

O Canadá tem festivais que não acabam mais e durante o ano todo. Feiras tradicionais, realizadas nas ruas dos bairros, por todo o país. No verão você se perde em tantos festivais de todos os tipos.

Ah…. Buenos Aires não é a capital do Brasil, e Toronto não é a capital do Canadá: você pode conhecer Ottawa – capital do Canadá (e quem sabe trombar com o PM pop star Justin Trudeau no mercadinho da esquina).