10 dicas pra evitar a chamada depressão de inverno

Talvez você pense que atravessar um inverno em terras canadenses seja como nos filmes de Hollywood: uma neve branquinha caindo com trilha sonora de fundo, bonecos de neve por todos os lados, roupas estilosas e felpudas, pessoas esquiando de forma perfeita e famílias passeando de mãos dadas felizes pelas ruas, com os termômetros em -30ºC. Mas, não é bem assim. São nestes dias que muitos sofrem da chamada “depressão de inverno” – ou SAD (Seasonal Affective Disorder). O que é bem sério e perigoso.

As características se assemelham muito à depressão. E nem sempre tem a ver com temperaturas baixíssimas, derivam mais pela baixa luminosidade dos dias durante o inverno. Geralmente, nesta época, o sol vai nascer lá pelas 9h da manhã e indo embora por volta das 4h da tarde. Ou seja, cadê o sol?! Isso quando ele aparece. Ah… e se aparecer, não necessariamente vai sair bronzeando todo mundo. Doce ilusão. Sem contar que o que menos aparece no inverno é a pele.

É nesta estação também que aumentam os casos de suicídio, segundo as estatísticas. O sono aumenta, pra caramba. Você acaba tendendo a zero. Tudo acaba ficando mais escuro. Porém, há algumas dicas que podem diminuir essa sensação e evitar um agravamento de quadros mais sérios, ou mesmo o chegar a este ponto. Então, lá vão dez dicas importantes que podem ajudar nesta batalha:

 

1) Luz: Ilumine ao máximo os ambientes – considere até a luz-terapia;

2) Mexa-se: matricule-se numa academia – ou pratique algum tipo de esporte;

3) Vaza: Saia de casa, por favor!

4) Tome Vitamina D;

5) Blá, Blá, Blá: Reúna-se com amigos;

6) Arrume a sua cama (acredite, isso ajuda)!

7) Viaje, conheça outros lugares – se possível, lugares mais quentes;

8) Acorde: Estabeleça horários para dormir!

9) Reduza o consumo de café;

10) Ajude: Pratique voluntariado.

 

Post publicado originalmente no Jornal North News.